Entrevista com Simone Saueressig, autora do livro Padrão 20

Os alunos de 8º ano da EMEF Rui Barbosa visitaram a 31ª Feira do Livro de Campo Bom e aproveitaram para trocar seus “Vales Livros” cedidos pela Secretaria de Educação do município de Campo Bom, como forma de incentivar os alunos e professores à prática da leitura. Junto a Feira do Livro, a prefeitura ofereceu atrações como apresentações de alunos das escolas da rede e particulares, assim como entrevistas com autores e autoras de livros presentes a esta edição da Feira. Uma delas foi a autora Simone Saueressig, que escreveu o livro “Padrão 20” que foi lido anteriormente pelos alunos das turmas. Confira abaixo algumas perguntas respondidas pela autora durante o momento de conversa da autora com os alunos:

Qual foi a inspiração para escrever este livro? A inspiração para escrever foi o medo, o medo que o mundo acabasse quando ligassem o LHC.

Por que você escolheu estes nomes para os personagens?
 “Eu tenho dificuldade para encontrar nomes para meus personagens em meus livros, mas nesses livros,
Maria: queria utilizar o nome ‘Maria’, mas não podia ser um ‘Maria comum’, como Maria Eduarda, eu queria um nome mais ‘incomum’;
Shiaka: queria um nome legal, mas não muito comum, então comecei a ‘brincar’ com as teclas de meu computador, e saiu ‘Shiaka’, só mais tarde fui descobrir que este é o nome de um cantor de alguma parte da África, mas que agora não irei lembrar;
Cosmo: queria que algum personagem falasse: ‘καληνύχτα’, que significa ‘boa noite’, em Grego, então ‘Cosmo’ foi o primeiro nome que veio em minha mente.”

Por que a utilização de nomes de filmes, livros e músicas nos nomes dos capítulos de seu livro? Eu utilizei estes nomes, pois gosto muito de assistir estes filmes, ler estes livros e ouvir estas músicas.

Curiosidades:
Nasceu em 1964;
Tem mais de 30 livros;
Destes livros, a maior parte são histórias de fantasias;
Tem medo de notícias do fim do mundo. Após estas começa a se sentir mal e logo muda de canal na televisão;
Apenas três pessoas compareceram na sessão de autógrafos que aconteceu em Porto Alegre;
Entre todos os seus livros, ela se identifica mais com Maria do Céu;
A inspiração para o final do livro “Padrão 20”, foi o livro 2001: Uma Odisseia no Espaço;
No CERN “verdadeiro”, ainda há a utilização do quadro negro.

100_3743Foto dos alunos Arthur, Liége, Maicon, Thayná Mello, Tainá Diehl e professora Maria Cristina Dresch junto a escritora Simone.

Fonte da imagem

Confira a programação da Feira do Livro de 2015

Anúncios

Cidade de Papel

Olá pessoal!!! Hoje vamos falar sobre um filme, que chegou arrasando as telinhas dos cinemas do Brasil e do mundo. Ele conta a história de um garoto chamado Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes, quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece – não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.

http://www.adorocinema.com/filmes/filme-227902/trailer-19544223/

Antes de ser esse filme maravilhoso, Cidade de Papel é um livro maravilhoso.  Escrito por John Green (autor de A culpa é das estrelas), ele fala a língua dos adolescentes. Se havia ficado alguma dúvida depois da adaptação cinematográfica de A Culpa é das Estrelas, o caminho visual feito por Cidades de Papel não o deixa mentir. E o resultado é uma nova produção, acima de tudo, honesta – sobretudo se comparada com outros filmes direcionados ao mesmo público. Se valendo de grande parte da equipe técnica envolvida naquele que foi o maior sucesso de público no Brasil em 2014, muitos dos elementos presentes lá são repetidos aqui. Com uma diferença substancial,  Paper Towns (no original), apesar de trazer a assinatura de Green também na produção executiva, é uma livre adaptação do livro.

Algumas curiosidades sobre o filme/livro:

-A audição de Cara Delevingne para o papel de Margo foi excelente, de acordo com John Green (autor do livro): “a audição dela deixou todos boquiabertos (inclusive eu!), pois compreendeu Margo profundamente. Estou tão animado!”. O autor twittou.

-Cara Delevingne não era a única a ser considerada para o papel de Margo. Shailene Woodley foi originalmente escalada, mas teve que abandonar o projeto devido os conflitos de horário com as filmagens de Insurgente. John Green tinha alguém em mente que ele conhecia por meio do YouTube (Emma Blackery),  porém  a escolha do elenco não estava sob seu comando.

-A cena do “SeaWorld” presente no livro não será vista no filme. Isso ocorreu porque o filme “Blackfish – Fúria Animal” tinha feito as pessoas repensarem em SeaWorld e cativeiro. Se a cena estivesse no longa, as pessoas possivelmente boicotariam o mesmo e a bilheteria seria baixa. Os roteiristas decidiram que seria melhor não colocá-la.

-Filmado durante cinco dias no bairro de Skybrook, Huntersville, NC (norte de Charlotte) em meados de Novembro de 2014.

-A reação de Cara Delevingne ao descobrir que ganhou o papel foi bastante emocional “eu estava sozinha, o que foi um pouco triste” ela relata . “Eu estava em um quarto de hotel, me preparando para o trabalho e recebi um telefonema’’ continua: “Eu só comecei a chorar.  Era demais.”

Elenco:

Nat wolff

natw

Personagem: Quentin Jacobsen

Cara Delevingne

carad

Personagem: Margo Roth Spiegelman

Justice Smith

justice

Personagem: Radar

Halston Sage

download

Personagem: Lacey Pemberton

Austin Abrams

austin abrams

Personagem: Ben Starling

Cara Buono

carabhttp://www.adorocinema.com/filmes/filme-227902/trailer-19544223/

Personagem: Connie Jacobsen

Ler é tudo de bom, saiba os motivos

Hey Mistonautas. Tenho uma pergunta: quais são seus hobbies favoritos? Os meus são: assistir filmes, navegar pela Internet e principalmente, LER MUUUITO! Infelizmente, muitas pessoas não curtem ler. No Brasil a taxa de analfabetismo é alta e mesmo das pessoas que não se enquadram nesse perfil, grande parte não têm interesse pela leitura. É, eu sei que vocês já estão fartos de ouvir que devemos ler diariamente, porque traz muitos benefícios e blá blá blá. Mas já que muitos ainda não estou convencidos, vou tentar mais uma vez 🙂

tumblr_static_garota-lendo-um-livro

Fonte da imagem.

Geralmente, é mais difícil para quem não tem o hábito de ler desde criança, mas com esforço é possível e fica ainda melhor quando é por prazer.

tumblr_static_tumblr_llwv9zdiv31qgmunqo1_500_large

Fonte da imagem.

Então antes de tudo, escolha um livro do seu gosto e confira os benefícios da leitura:

Faz adquirir conhecimento –  ampliamos nosso conhecimento sobre assuntos específicos e gerais.

Estimula a imaginação – quem nunca pensou que quando lemos “temos uma televisão na nossa cabeça”? É verdade, cada palavra forma uma imagem na nossa mente, o que estimula muito a imaginação.

Estimula a criatividade – mexendo com a nossa imaginação, a leitura ajuda a desenvolver nossa criatividade.

Ajuda a ampliar o vocabulário – obviamente, quanto mais lemos, mais palavras conhecemos, podendo usá-las no dia a dia.

Ajuda a fazer uso adequado da gramática – a leitura ajuda a escrever bem e correto, sem muito esforço.

Incentiva a reflexão e a formação de opinião – ler nos ajuda a pensar, refletir e formar opiniões e conclusões.

Ler também estimula a memória, combate a insônia, eleva a auto-estima, nos leva a sonhar e nos empurra para realizar nossos sonhos.

 

tumblr_mbwgyrcgdS1qaoylwo1_1280

Fonte da imagem.

Pronto! Os benefícios da leitura vocês já conhecem, só falta pôr em prática e preparar-se para as várias reações de um leitor 😉

tumblr_mjmh27MkZo1qbckgho1_400

Fonte da imagem.

Os alunos da nossa escola podem aproveitar o ambiente aconchegante da nossa Biblioteca Mário Quintana, que foi revitalizada e inaugurada nessa semana e quem está louco para ter livros novos pode comprá-los na 29ª Feira do Livro de Campo Bom, que ocorre  de 22 a 27 de outubro. Não esqueçam que quem estuda ou leciona nas escolas municipais da cidade ganham vales para usar no evento 🙂

Confiram AQUI as fotos da inauguração da nossa biblioteca.

Beijos e até a próxima.

Fontes:

Blog Bibliotecário Maluco

Estante Virtual

Vya Estelar

Pelas páginas de Meg Cabot

Hey Mistonautas. Hoje vou sair um pouco do padrão e ao invés de falar de um livro vou falar de um autor. Sei que muitos não gostam de ler, mas com os livros dessa escritora a história é diferente, ela usa uma linguagem leve e um enredo superjovem. Trata-se da Meggin Patricia Cabot, mais conhecida por Meg Cabot, uma escritora estadunidense mundialmente famosa que já publicou mais de 40 livros e que fazem a cabeça dos adolescentes. Se vocês ainda não conhecem seus livros conheçam mais um pouco da autora e corram para a livraria ou internet garantir os seus.

Picture-31

Fonte da imagem

Ela nasceu em 1º de fevereiro de 1967 em  Bloomington, Indiana nos  Estados Unidos. Sempre gostou de ler e  graduou-se em Artes na Universidade da própria cidade. Mudou-se para Nova Iorque para trabalhar como ilustradora, porém logo cedeu a sua maior paixão – a escrita –  largou o emprego, começou a trabalhar num alojamento universitário e passou a escrever o máximo que pôde.

Escreveu a série O Diário da Princesa  publicado em mais de 37 países, que vendeu mais de cinco milhões de exemplares e deu origem a dois filmes da Disney.

diariodaprincesa

Fonte da imagem

Suas outras sagas de sucesso publicadas no Brasil são:

A Mediadora;

tumblr_mil6qhW93l1s6zp62o1_500

Fonte da imagem

Desaparecidos;

LINKS

Fonte da imagem

A Rainha da Fofoca;

a-rainha-da-fofoca-meg-cabot

Fonte da imagem

As Leis de Allie Finkle Para Meninas;

Imagem2

Fonte da imagem

Heather Wellls;

heather-wells

Fonte da imagem

A Garota Americana;

Atualizados recentemente1

Fonte da imagem

Outros livros são:

Ídolo Teen;

3210990633

Fonte da imagem

Como Ser Popular;

10-DICAS-DE-COMO-SER-POPULAR

Fonte da imagem

Ela foi até o fim;

ELA_FOI_ATE_O_FIM_1263505344P

Fonte da imagem

Pegando Fogo!;

pegando fogo

Fonte da imagem

Sorte ou Azar?

sorte-ou-azar

Fonte da imagem

Formaturas infernais (contos de terror com diversos escritores: Meg Cabot, Stephanie Meyer, Kim Harrison, Michele Jaffe e Lauren Myracle);

formaturas-infernais

Fonte da imagem

Já li toda a saga A Mediadora, que conta em 6 livros a história de Suzannah (Suze) Simon, uma garota que pode ver, falar e brigar  com fantasmas. Sua mãe casa-se com outro homem e de repente elas devem sair da agitada Nova Iorque para a ensolarada Carmel na Califórnia. Lá Suze depara-se com uma grande e bela casa, três novos irmãos e surpreendentemente, um fantasma bonitão de 150 anos em seu quarto. Além de ter que enfrentar novos fantasmas (e também pessoas de carne e osso) em Carmel ela terá que lidar com algo muito pior: seus sentimentos por Jesse ( seu “colega de quarto”) que já não faz mais parte do nosso mundo.

Pegando Fogo! e  Sorte ou Azar também são livros muito bons que nos prendem totalmente com muito humor e dramas adolescentes.

Recomendo  pesquisar mais sobre os livros da Meg, vocês vão amar 😉 Fiquem ligados para mais dicas da Mistureba, beijos.