Raça sobre Quatro Rodinhas

Nova pista da casa de Bob Burnquist

A nova pista do melhor skatista do Brasil, Bob Burnquist, fica na Califórnia nos Estados Unidos onde ele reside atualmente.  Agora está equipada com corrimão, transfer e um quarter pipe.  A reinauguração contou com uma competição de MEGARRAMPA ocorrida em abril deste ano para demonstração de novos desafios.  E falando em Copa, Bob Burnquist gravou um vídeo em seu estilo, sobre quatro rodinhas, como sempre muito surpreendente e habilidoso. Confira no link abaixo:

http://globotv.globo.com/rede-globo/copa-do-mundo-2014/v/bob-burnquist-entra-no-clima-da-copa-e-apresenta-desafios-de-fazer-gols-sobre-o-skate/3420731/

 

CORRIMÃO

rafael2

TRANSFER

rafael3

QUARTER PIPE

rafael4

 

 

Anúncios

360° de puro skate

E aí mistonautas! Como todos sabem o skate virou febre mundial; está fazendo a cabeça da galera e para iniciar o assunto, entrevistei o skatista Xandi, que entende e manda muito bem. Ele pretende fundar a Associação dos Skatistas de Campo Bom, confira na entrevista.

Qual seu nome?

“Alexandre Batista.”

Qual sua idade?

“31 anos.”

Desde quando você anda de skate?

“Desde os 12 anos de idade, há 19 anos.”

Como surgiu a ideia de fundar a Associação?

“Veio na cabeça uma ideia de querer desenvolver e contribuir para ampliar a prática de skate em Campo Bom.”

Como os skatistas poderão fazer para se associar?

“Terão que  entrar em contato com a Associação Gaúcha.”

Qualquer um pode se associar? Tem restrição?

“Creio que não há restrições.”

O que acha das pessoas que começaram a andar de skate e frequentar a pista, por talvez estar se tornando moda?

“Cabeça nova. Assim como você falou, para eles talvez seja moda. Irão descobrir o amor pelo skate com o tempo e optarão torná-lo um estilo de vida.”

Como você vê o skate hoje?

“Para mim é estilo de vida, além de ser esporte radical. É um meio de comunicação, criar amizades e até mesmo retornar as antigas.”

Qual seu estilo de música favorita?

“Rock’n roll, com certeza. Rap também, mas principalmente rock como Metallica.”

               Fonte de imagem: http://maicwllskate.blogspot.com.br/

Confira a seguir modalidades e manobras presentes no “skate”!

Modalidades

Big Air
Atualmente é a principal competição do X-Game, colocando modalidades que também refletem parte do que os skatistas querem mostrar para o mundo.

Down Hill
Descidas e ladeiras são os palcos para os skatistas que praticam o down hill. Existem ladeiras em que os atletas atingem mais de 110 km/h  onde os equipamentos de segurança são indispensáveis.

Freestyle
Nesta  o  skatista apresenta várias manobras em sequência, geralmente no chão. Hoje, esta modalidade está voltando com força no mundo inteiro. Muitas manobras do street de hoje em dia  vêm do Freestyle.

Minirrampas
As minirrampas são populares em todo o mundo, pois devido a pouca altura que elas possuem (1m a 2,10m) as manobras são executadas com maior facilidade. Essas pistas são facilmente construídas e o risco de se machucar em uma manobra é bem pequeno e é uma prática necessária para a evolução de qualquer skatista.

Pool Riding
É considerado uma das modalidades mais loucas de skate, pois é praticado em piscinas vazias de fundo de quintal, que com suas paredes arredondadas são verdadeiras pistas de skate. Na realidade (as pistas  em forma de Bowl bacia) são inspiradas nas piscinas, que tinham a transição redonda: azulejos e coping. O fundo redondo das piscinas americanas é para o caso  de  se a água congelar as paredes não arrebentarem, pois  o gelo se deslocaria para cima, não fazendo pressão nas paredes.

Street Skate

No skate de rua (street skate), os praticantes utilizam a arquitetura da cidade como por exemplo: bancos, escadas e corrimãos (elementos do mobiliário urbano) como obstáculos para executar suas manobras e se expressar. Em campeonatos dessa modalidade o skatista tem em média um minuto para se apresentar em uma área de competição que geralmente imita elementos da arquitetura das cidades.

Vertical           

A modalidade vertical é praticada em uma pista com curvas (transições)  medindo 3,40m ou mais de altura, três metros de raio e quarenta centímetros de verticalização e geralmente possuem extensões. A pista que apresenta a forma de U é chamada de half-pipe e pode ser de madeira ou concreto.

                 Fonte de imagem: http://umorgulhochamadoskate.blogspot.com.br/

Obs: A prancha ou tábua do skate também recebe outras denominações como: shape ou deck.

 

Manobras

Posições em relação ao skate

180º – O skatista troca a base do skate.

360º – O atleta dá uma volta completa em torno de seu próprio corpo.

900º – O skatista salta e executa dois giros e meio no ar.

Frontside e Backside air – No front o skatista segura a parte de trás e vai pra frente do obstáculo   já  back  a operação é inversa.

Ollie – A manobra básica do skate . É um salto que o atleta dá e tira o skate do chão.

Handplant – Uma manobra bonita de se ver. O atleta planta bananeira com uma das mãos no skate e a outra na borda da pista.

Invert – Essa é uma manobra que varia do handplant. Nela o skatista segura o carrinho com a mão na  frente entre as pernas.

Eggplant – É exatamente o inverso do handplant. A mão atrás segura o skate e a outra na frente vai à borda da pista.

Burn Twist – Inventada por Bob Burnquist, a manobra consiste em um eggplant com 360º.

Kickflip – Faz o skate rodar por baixo dos pés do skatista .

Line Air – O skate é segurado com a mão na frente com o skatista voando para as paredes.

                               Fonte de imagem: http://umorgulhochamadoskate.blogspot.com.br/