A Páscoa é muito mais do que chocolate!!!

“Você sabe o verdadeiro significado da Páscoa?”

Hoje em dia as pessoas não dão tanta importância ao verdadeiro significado da Páscoa, pois comemoram se presenteando com ovos de chocolate e doces.

ovos

FONTE

Nesta matéria iremos falar sobre o verdadeiro significado da Páscoa. Muito antes de ser considerada a festa da ressurreição de Cristo, a Páscoa anunciava o fim do inverno e a chegada da primavera. A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra “páscoa” – do hebreu “peschad”, em grego “paskha” e latim “pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio de primavera (ou vernal), que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março e, no sul, em 22 ou 23 de setembro. (Informação do site: http://ceticismo.net/religiao/a-verdadeira-historia-da-pascoa )

Os cristãos comemoram a Páscoa a partir da ressurreição de Cristo, que aconteceu num domingo. Jesus faleceu na sexta- feira que hoje é comemorada como “sexta- feira santa”.

foi-por-vc

FONTE

No domingo comemoramos a ressurreição de Cristo. Tipicamente as famílias comemoram presenteando-se com ovos de chocolate, bombons, entre outros presentes… Antigamente as pessoas guardavam as casquinhas dos ovos usados durante o ano e na Páscoa as crianças pintavam e enchiam com cri-cri de amendoim” para colocar nos ninhos. Uma deliciosa receita que ainda é feita nos dias de hoje, claro que não tanto mais como em anos atrás como as mães e avós preparavam carinhosamente para seus filhos e netos.

Receita de cri-cri:

DSCN9610

 Foto por Mistureba

Ingredientes:

­- 2 xícaras de água

-2 xícaras de açúcar

– 4 colheres de sopa de chocolate em pó (opcional)

– 500g de amendoim cru ou torrado e descascado

Modo de preparo:

Adicione todos os ingredientes em uma panela e deixe ferver mexendo de vez em quando. Assim que o açúcar começar a secar mexa continuamente até que o açúcar fique grudado nos grãos do amendoim. Desligue o fogo e coloque em um refratário para esfriar (coma frio).

Aqui na escola os símbolos da Páscoa foram lembrados também, através da exposição dos mesmos no mural de entrada para que todos pudessem conhecê-los e saber o significado de cada um.

DSCN9462

DSCN9463

DSCN9461

Fotos por Mistureba

Falando nisso, resolvemos fazer uma pesquisa entre os alunos 6º e 7º anos da escola para saber como seria a Páscoa deles. Nós crianças sempre esperamos ganhar algum chocolate, em especial os ovos de chocolate, só que neste ano os preços estão bem salgados! Por isso, fomos investigar quais as expectativas dos alunos em relação a isso e veja o que descobrimos:

A Revista Mistureba quer saber como você e sua família comemorarão a Páscoa neste ano:

1- (   ) Vou ganhar ovos de chocolate de Páscoa!

2- (   ) Vou ganhar bombons ou barra de chocolate de Páscoa porque as outras coisas estão muito caras!

3- (   ) Vou ganhar outra coisa que não seja chocolate, mas é mais necessário para mim!

4- (   ) Não sei

5- (   ) Nem uma das opções acima! Eu e minha família faremos outra coisa. O que seria?

_________________________________________________________________­_________________________________________________________________

(*Pesquisa realizada diretamente nas turmas)

Resultados:

 

grafico pesquisa pascoa

Pudemos perceber que realmente as famílias estão cautelosas em relação à compra de ovos de chocolate provavelmente por causa dos valores, pois metade dos alunos entrevistados ganhará algum chocolate (mas em forma de bombom ou barra), ou ainda algo que necessite (roupa, calçado, brinquedo, etc) e alguns apenas farão a comemoração em família através de um almoço ou passeio. Outros ainda não sabiam exatamente como seria sua Páscoa.

Ah, também não podíamos deixar de falar da decoração com motivos de Páscoa espalhada pelos ambientes da escola: ovos decorando as portas, coelhinhos pelo jardim e janelas, entre outras coisas. Confira abaixo:

pascoa1

pascoa2

Fotos por Mistureba

Como momento de fechamento da semana tivemos uma celebração de Páscoa na escola, onde teve apresentação de teatro com os alunos do 9º ano fazendo uma reflexão sobre a influência do comércio nesta data festiva, teve também música instrumental com o professor Fabrício e os alunos Natã e Augusto. Os professores que organizaram a celebração de Páscoa leram uma mensagem muito bonita nos fazendo refletir sobre o verdadeiro sentido desta data tão especial. E é claro, a escola preparou uma surpresa para nós com um mimo carinhoso: um pirulito daquele do estilo do Chaves.

Indiferente de ganharmos ou não chocolates o que importa é que saibamos o que realmente representa esta data, a renovação e o renascimento que deve existir em cada um de nós sempre.

Escrito por: Caroline Pereira e Ana Paula Xavier

Anúncios

Easter egg

Neste vídeo eu ensino a fazer um enfeite para Páscoa. Precisará de uma folha de papel quadrada (de preferência colorida ou pintada, você pode personalizá-la). Depois você pode utiliza-los para fazer uma brincadeira de caça aos ovos ou simplesmente para decoração.

Aprenda a fazer uma rosa para sua mãe

Dia das Mães chegando e uma ideia super legal para demonstrar todo o seu amor

Pois é, se você está pensando numa maneira de homenagear a sua mãe sem ter que gastar muito, aí vai uma dica bem bacana: aprenda a fazer um origami de rosa bem lindo! Tenho certeza que ela vai adorar afinal, só o fato de você destinar um pouco do seu tempo para reconhecer todo o tempo que ela dedica a você e sua família, já vai fazer toda a diferença neste presente. Confira o passo a passo no vídeo:

Como é que você chama sua mãe?

Pelo nome? Ou você nem se lembra da última vez que pronunciou as letras que soam o nome Dela? Ou ainda é daqueles que soltam sempre: Manhêêêêeeee….Mami, Mamis, minha mãezinha, minha véia, minha vida, mamãe, mamãezinha ou Mãe?

Já dizem algumas mães por aí: se o nome mãe fosse doce já tinha derretido, de tanto que os filhos ficam a chamar: mãe, mãe… Bem, todas estas formas são cheias de significado, de carinho e de amor.

Você sabe como se escreve a palavra MÃE em outros idiomas?

Que tal surpreendê-la e chamar sua mãezinha em outras línguas, só pra variar…

Japonês: Okaasan, Hora                                                           Alemão: Mutter

Grego: Màna                                                                                Francês: Mère

Hindi: Maji                                                                                   Urdu: Ammee

Galego: Nai, Mai, Mamá                                                            Inglês: Mother, Mom, Mummy

Italiano: Madre                                                                            Russo: Morb, Mató, Mati

Albanianês: Mëmë; Nënë; Burim; Kryemurgeshë               Belarusan: Matka

Norueguês: Mor                                                                          Polaco: Matika

Cebuano: Inahan; Nanay                                                          Servio: Majka

Czech: Abatyse                                                                            Holandês: Moeder; Moer

Estoniano: Ema (ao contrário Ame)                                       Frisian: Emo, Emä, Kantaäiti, Äiti

Hawaiano: Makuahine                                                              Húngaro: Anya, Fu

Ilongo: Iloy; Nanay; Nay                                                           Indonês: Induk, Ibu, Biang, Nyokap

Espanhol: Madre                                                                         Theco: Matka, Maminka

Chinês: Mutzm                                                                             Hebreu: Havha

Turco: Anam                                                                                 Africano: Mama

 

Significado e origem da palavra:

A palavra mãe (na verdade seu fonema) é tão semelhante em diversos idiomas. Essas semelhanças (ocorre o mesmo com a palavra pai) são atribuídas ao nosso sistema fonador e à aquisição da linguagem. Os sons bilabiais ( M, N, P, B) são enunciados mais facilmente por uma criança em fase de desenvolvimento da fala.

http://origemdapalavra.com.br/site/pergunta/a-palavra-mae/

 Ela veio do latim “mater”. , pronunciado “madre” no português dos primeiros séculos, de onde veio comadre, pela formação “cum matre”, com a mãe; depois “commatre”, segunda mãe, madrinha, diminutivo de madre, em relação aos afilhados, isto é, aqueles que são tratados como filhos verdadeiros por quem cumpre a função da maternidade, como fazem a madrinha e a mãe adotiva, na falta da mãe biológica. Os étimos mata, em sânscrito; máter, em grego dórico; méter, no grego jônico e no ático; e as formas latinas mamma, seio, e mammare, mamar, revelam possível influência na sílaba inicial das palavras que designam a mãe em vários idiomas. Hoje, “mãe” é uma das mais ternas palavras da língua portuguesa.

http://www.portuguesnarede.com/2013/05/a-origem-da-palavra-mae.html

http://www.dicionarioetimologico.com.br/mae/

 Origem do Dia das Mães e algumas curiosidades sobre a data:

 Prestar uma homenagem às mães é uma tradição bastante antiga. Na Grécia, havia uma festa em honra a Reia, mãe dos deuses.

deusa reia

FONTE

            Já os romanos faziam uma grande festa no início de março chamada “Matronalia”. Na Idade Média, os ingleses celebravam o “Mothering Day”. As pessoas mais pobres moravam na casa de seus patrões e ficavam longe de suas casas. Por isso, nesse dia, elas tinham o direito de ir até os seus lares e ficar junto de suas mães.

              Mas a data como conhecemos hoje é uma criação moderna. Uma jovem professora americana, Anna M. Jarvis (1864-1948), perdeu sua mãe em 1905 e entrou em profunda depressão. Preocupadas com tanto sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Anna com uma festa. Mas Anna queria que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Passou a escrever longas cartas a políticos, empresários, comerciantes e religiosos sugerindo a criação de um dia em homenagem às mães.

Anna_jarvis

FONTE

             Em 1908, algumas igrejas de sua cidade, Grafton (Virgínia), e da Filadélfia, onde ela também já tinha morado, escolheram o dia 10 de maio – um dia depois da data de aniversário da morte da senhora Jarvis – para lembrar as mães. Em 1910, a Virgínia foi o primeiro Estado a festejar oficialmente o Dia das Mães. No ano seguinte, quase todos os Estados americanos seguiram a ideia. Finalmente, em 1914, a data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson, ficando para o segundo domingo de maio.

             Anna criou também um símbolo em homenagem às mães: o cravo. O vermelho seria para presentear a mãe viva e o branco, a morta. Ela chegou a ser presa por perturbação da ordem, ao invadir uma convenção da Associação das Mães de Veteranos de Guerra, acusando-a de vender cravo com fins lucrativos. Ao sair da cadeia, Anna declarou que estava arrependida de ter criado o Dia das Mães.

             No Brasil, a data foi oficializada em 1932, pelo então presidente Getúlio Vargas. Antes disso, desde 1918, o Dia das Mães já era comemorado pela Associação Cristã de Moços. Aqui, assim como nos Estados Unidos, na Itália e no Japão, a data não é fixa: comemora-se no segundo domingo de maio. No México, as mães são homenageadas sempre no dia 10 de maio. Na Tailândia, a festa acontece em 12 de agosto, em homenagem à rainha Mom Rajawongse Sirikit.

             Você gosta mais da sua mãe ou do seu pai? Para muitos, essa pergunta parece impossível de ser respondida. Analisando-se o ranking de gastos dos brasileiros com presentes, uma coisa, no entanto, é certa: o brasileiro investe mais para agradar à mamãe do que ao papai. O Dia das Mães é a segunda data comemorativa que mais rende lucros ao varejo no país. Só perde para o Natal. O Dia dos Pais assume uma discreta quinta posição, atrás do Dia das Crianças e da Páscoa.

             Segundo dados coletados pelo IBGE em 2010, existem cerca de 47 milhões de mães no Brasil. Isso quer dizer que 48% de todas as mulheres do País já tiveram filhos. O Estado brasileiro mais maternal é o Mato Grosso do Sul, onde 65% da população feminina é mãe. A cidade de Douradina, menor município do Mato Grosso do Sul, é campeã brasileira de maternidade! Lá, cada mãe tem, em média, quatro filhos.

             A brasiliense Madalena Carnaúba é a brasileira com o maior número de filhos biológicos registrados. Nascida no dia 22 de julho de 1920, Madalena teve 32 filhos durante seus 90 anos de vida. Ela faleceu em janeiro de 2011. Apesar de ter sido uma das mulheres mais férteis do mundo, Madalena não chegou nem perto da recordista mundial no quesito maternidade. A chilena Leontina Albino teve, de 1943 a 1981, 64 filhos (55 deles, devidamente registrados).

http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/1253/1/maes.html

supermae

FONTE

Então gostou da sugestão? Agora faça a sua rosa e curta o domingo bem pertinho dela, dando muito carinho e atenção, afinal ela merece!

Coringa: o vilão da terceira idade

Aposto que você já ouviu falar do Coringa, o grande vilão do Batman.

Pois é, este ano completa 75 anos desde sua criação, talvez você não conheça sua origem, neste caso aí vai história:

Algumas origens foram dadas para o personagem, mas a mais contada é a da HQ Piada Mortal, escrita pelo brilhante Alan Moore. Nesta história Coringa conta que por menor que seja a loucura, ela pode mudar totalmente um homem, nela ele também atira em Barbara Gordon e sequestra o Comissário Gordon  e o tortura. No final o Batman salva o mesmo e fica na frente do Coringa, então o Coringa conta uma piada e os dois caem na gargalhada. O Batman põe as mãos nos ombros do Coringa e a história acaba aí.

piada-mortal-fim

 FONTE

O Coringa foi desenhado por Bob Kane a partir de uma carta de baralho trazida pelo Arte-finalista Jerry Robinson e uma foto de Conrad Veidt no filme “The Man Who Laughs” (1928) trazida pelo roteirista Bill Finger. Com tudo isto, Kane e Finger desenvolveram o personagem.

coringa_parte1_03_primeira_aparicao

 FONTE

 O vilão teve sua primeira aparição na  HQ Batman #1 que foi as bancas em 1940. Era para o vilão ter sido morto na sua primeira aparição, mas os roteiristas acharam melhor não matá-lo. Ele teve outras aparições marcantes, não só em HQ’S do Batman, porém também nas do Super-homem e da Liga da justiça, por esses e outros fatos Coringa é considerado por muitos o maior vilão das histórias em quadrinhos.

i10-600x461

 FONTE

O Coringa também teve algumas aparições no cinema, umas boas outras nem tanto, uma delas foi no filme do Batman de 1989 no qual ele é interpretado pelo Jack Nicholson, e recentemente pelo ator Heath Ledger (1979-2008)  na nova trilogia Batman: O cavaleiro das trevas.

393548.jpg-c_520_690_x-f_jpg-q_x-xxyxx

 FONTE

Estamos de dourado

Como todos sabem, neste ano a EMEF Rui Barbosa está comemorando os seus 50 anos de fundação,  por isso, estamos de dourado para comemorar e recepcionar os nossos queridos mistonautas. Durante o ano estão ocorrendo vários eventos alusivos a esta data comemorativa!

Preparamos um material bem legal para contar um pouco da história desta escola que é querida por muitos e que recebe com carinho à todos que aqui passam… confira abaixo na página do ISSUU:

EMEF Rui Barbosa – História e Memória

http://issuu.com/jajaleoni/docs/banners_reunidos

Venha para Festa!

A Escola Mun. de Ens. Fund. Rui Barbosa convida para seus 50 Anos. Toda a comunidade escolar está super envolvida em preparar um  super evento para celebrar essa importante data. Estaremos esperando a todos neste sábado.

Data: 05 de maio de 2012 – 9 horas.

Local: Ginásio Marcia Tornin, na própria escola, rua Vicente Celestino, 275, bairro Metzler, Campo Bom RS.