Participe da nossa enquete especial Festa do Sapato

Anúncios

Férias!!!

Hey Mistonautas! O fim do ano já está aí e finalmente as férias. São dias ótimos e com muitas coisas para fazermos, mas se mesmo assim ainda estão em dúvida sobre como aproveitá-los, fizemos um vídeo muito legal com dicas e uma breve retrospectiva de 2012. Não vão perder essa, né? Assistam aí:

Gostaram? Como perceberam, essa é a nossa despedida, foi ótimo escrevermos nossas matérias esse ano e com certeza no próximo terá muito mais. Desejamos um Feliz Natal e Próspero Ano Novo para vocês e suas famílias. Beijos,

                                                                                                                                                 Equipe Revista Mistureba.

Churrasco… a alegria do final de semana

Dando início ao nosso “MistoQuente” não poderíamos deixar de falar de um prato típico da culinária gaúcha, que é saboreado em diversas regiões do país… o “Churrasco”. Você sabe como ele surgiu?

Origem do Churrasco Gaúcho

Segundo indica os fatos históricos, foi no século XVII que surgiu a forma gaúcha de se fazer churrasco. Difundida por todo o país e  reconhecida e apreciada mundialmente, tornou-se sinônimo de festa e confraternização entre familiares e amigos.

A descoberta do churrasco é atribuída aos índios, habitantes da costa das três Américas, que assavam a carne ao ar livre, numa fogueira sobre pedras com o auxílio de uma grelha de madeira verde. Porém foi na região do grande pampa que o churrasco encontrou seu ambiente ideal.

A pecuária sempre foi uma das maiores riquezas do Uruguai, da Argentina e do Sul do Brasil, e a lida com o gado afastava os homens do campo por longos períodos de suas casas. O churrasco era uma forma mais prática de fazer uma refeição, pois tudo que era necessário para o preparo estava à mão: uma boa faca afiada, uma fogueira em um buracao cavado no chão, um espeto de vara que podia ser preparado com galhos, um generoso pedaço de carne e sal grosso.

Aliás, o sal grosso era e é utilizado na alimentação dos bovinos… E no tempero de um bom churrasco.

 

Fonte: arrotandopicanha.wordpress.com
                                                                                                                   
 

Para falar melhor deste assunto nada como alguém que entende e é considerado o melhor assador do Rio Grande do Sul, o senhor Manoel Roberto Castro, ganhador do prêmio Espeto de Ouro 2011.

Manoel Castro melhor assador do RS
Manoel Castro – Espeto de Ouro 2011

Confira a entrevista:

MISTUREBA –  QUANDO E COMO COMEÇOU A SUA TRAJETÓRIA DE ASSADOR DE CHURRASCO?

 CASTRO: Como o churrasco de final de semana  faz parte do costume da família, desde que casei há 31 anos atrás adotei esse hábito. Aprendi muito vendo meu sogro, que era um exímio assador, mas somente há pouco mais de 10 anos após assar para um grupo grande de amigos comecei a perceber que todos elogiavam meu churrasco e sempre que tinha um evento, eu era chamado para comandar  a churrasqueira.  Comecei a tomar gosto por isso, e os  amigos começaram a me indicar para assar em vários eventos de seus  amigos e familiares,  e de boca em boca,  a propaganda foi feita e  asso  hoje   churrasco para grupos pequenos e  até grandes eventos, onde já cheguei assar para mais de 1000 pessoas contando com a ajuda  de 2 auxiliares.

 MISTUREBA –  COMO VOCÊ ENCARA O ” ASSAR CHURRASCO” HOJE, COMO PROFISSÃO OU COMO LAZER?

 CASTRO:  Hoje em dia asso profissionalmente, embora não tenha perdido o hábito de assar para amigos e familiares nas horas de lazer. Adoro o que eu faço. Não importa se eu tenha que trabalhar em grandes  eventos e que eu fique horas diante da churrasqueira, pois se ao retornar para casa mesmo cansado e algum amigo chegar a minha casa, lá vou eu feliz  preparar um delicioso churrasco, pois não é sacrifício para mim  e sim  um prazer.

 MISTUREBA –  NÓS GAÚCHOS  TEMOS A TRADIÇÃO DE CHURRASCO DE FINAL DE SEMANA, MAS EM DETERMINADOS MOMENTOS COMO NA SEMANA FARROUPILHA  SE TORNA AINDA MAIS ESPECIAL…ONDE AMIGOS SE REÚNEM PARA ASSAR UM “COSTELÃO”. QUAL A DIFERENÇA ANTE ASSAR UM CHURRASCO E UM COSTELÃO?

 CASTRO: A diferença começa pelo tempo do evento, onde em churrasco normal que dura em média 2 horas para ficar pronto o costelão leva   8 horas no mínimo. Isso faz com que mais tempo as pessoas envolvidas interajam entre si. Outra diferença é o sabor e maciez da carne, que assa vagarosamente ao calor do fogo à lenha.

 MISTUREBA –  COMO VOCÊ FICOU SABENDO DO CONCURSO? ALGUÉM LHE INCENTIVOU A PARTICIPAR?

 CASTRO:  Tanto a informação sobre o concurso como o primeiro e grande incentivo partiu do meu filho Éderson, que escutou no rádio a propaganda informativa sobre esse evento e me ligou incentivando a participar. Depois de feita a inscrição e iniciada a primeira etapa de votação popular pela internet, recebi o apoio  de familiares e amigos, apoio esse que foi fundamental para o resultado final.

 MISTUREBA –  O QUE MUDOU DEPOIS DE SER ELEITO O MELHOR ASSADOR DO RS?

 CASTRO:  A principal mudança foi a procura pelos meus serviços. Hoje em dia sou muito procurado para vários tipos de eventos e cheguei  ter mais de 20 eventos em um só mês. Também fiquei mais exigente comigo mesmo, pois minha responsabilidade aumentou e fez com que eu ficasse mais criterioso, e segundo dizem estou assando melhor ainda.

Também meu circulo de amizade aumentou ainda mais, pois como gosto muito de assar , faço do meu local de trabalho um ambiente agradável e harmônico, e meus clientes deixam de ser clientes e se tornam meus amigos.

 MISTUREBA –  QUE DICAS VOCÊ DEIXA PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO OU DESEJA INICIAR SUA CAMINHADA DE ASSADOR DE CHURRASCO?

CASTRO:

* Em primeiro lugar para se fazer um bom churrasco precisa-se gostar, sentir prazer no que está fazendo, então a principal dica é organizar um ambiente de confraternização e alegria e, por isso, não pode ter pressa.

* Se interessar em conhecer os cortes de carnes pois  um churrasco bom de verdade também depende do tipo de carne usada! E respeitar o tempo de cada uma na churrasqueira.

* Não ter medo de arriscar, provar e fazer do seu erro o acerto no próximo churrasco é assim que aprendemos, mas sempre com alegria , dedicação e perseverança.

* Organização é fundamental, ser caprichoso e lembrar sempre que a higiene não pode faltar.

* Ter os apetrechos em ordem e sempre prontos para o uso, como facas, espetos, etc

* Procurar informações de como temperar cada tipo de carne, assim como efetuar  um bom fogo, sem labaredas e nem muita fumaça, acertando a quantidade de carvão  de acordo com a quantidade de carne.

* Por último lembrar que  mesmo sendo um evento de confraternização,  bebida de álcool e assador não combinam, deixe para beber depois que a carne estiver assada.

Depois disso, mãos á obra e bom churrasco!!!!

MISTUREBA –  QUE TIPOS DE EVENTOS E LOCAIS VOCÊ TEM PARTICIPADO DIVULGANDO O SEU TRABALHO?

CASTRO: Sou chamado para  os mais variados eventos, festas de aniversário, casamento, eventos políticos, militares, empresariais, familiares e  confraternização  em geral. E os locais também são variados,  churrasquinhos em escolas, clubes, hotéis, litoral, região metropolitana, empresas… enfim onde me chamam lá estou eu, mostrando meus dotes de assador.

Manoel Castro em evento no Risort Vila Ventura em Viamão

Para quem quiser conhecer um pouco mais do trabalho do senhor Manoel Castro pode visitar o seu blog e quem sabe, aproveita e agenda um delicioso churrasco com ele!

Segura que o esporte é radical

Bicicleta não é só transporte, descubra agora os esportes que você pode praticar de bike

   Fonte: CINTRASEUPOVO

Ciclismo

O que é e a sua história

O ciclismo é um esporte praticado com a utilização de uma bicicleta. Surgiu como esporte no século XIX, na Inglaterra. Faz parte dos Jogos Olímpicos desde a primeira edição da era moderna (1896), realizada em Atenas. As competições de ciclismo são divididas em quatro modalidades principais:

Competições de Pista

Nesta modalidade as pistas podem ser de concreto ou madeira. As provas são: velocidade, perseguição individual e por equipes, velocidade olímpica, corridas por pontos, quilômetro contra o relógio, Madison (uma hora de corrida para cada ciclista, sendo o vencedor aquele que fizer mais voltas) e Keirin (oito voltas na pista em que os ciclistas devem acompanhar uma bicicleta motorizada).

Mountain Bike

As provas são disputadas numa pista de terra com várias irregularidades (buracos, elevações e obstáculos). Existem as seguintes categorias: Cross Country (praticada em terreno irregular com muitas subidas e descidas), Free Ride (em pistas com muitos saltos e descidas) e Down Hill (somente descida em alta velocidade).

 Competições de Estrada

Existem dois tipos principais de provas: resistência (para homens com 195 km e para mulheres 70 km) e contra o relógio (os ciclistas partem de dois em dois minutos) e vence quem fizer o menor tempo.

BMX
As provas ocorrem em pistas de 350 metros com diversos obstáculos. São duas modalidades: corrida (BMX Racing) e manobras (BMX Freestyle).

Benefícios para a saúde

A prática do ciclismo, desde que feita com orientações de especialistas e acompanhamento médico, é benéfica para o desenvolvimento muscular e cardiovascular. É uma excelente atividade aeróbica e sua prática regular queima muitas calorias.

Para a galera de Campo Bom fica a dica:

Curtam a pista da  Liga Campobonense de BMX e torçam por eles!

Fonte: Liga Campobonense de BMX

Fique por dentro…

Aqui na escola temos alunos que praticam o bicicross junto à equipe da Liga Campobonense de BMX. São eles: Gabriel Mota Fabriz, Pedro de Macêdo Barbosa, Andrei Pinheiro e Robson Rodrigo Gonçalves, que nos falou sobre sua relação com o esporte. Confira a entrevista:

Robson Gonçalves atleta da Liga Campobonense de BMX

Mistureba: Desde quando você anda de bike?

Robson: Pratico este esporte há dois anos.

Mistureba: Qual o nome da equipe na qual você participa?

Robson: O nome da equipe que eu participo é a Liga Campobonense de Bicicross.

Mistureba: Como iniciou essa mania na sua vida?

Robson: Com a influência e incentivo de outras pessoas como meus amigos, que começaram a praticar esse esporte.

Mistureba: Quais modalidades e manobras você pratica?

Robson: O bicicross é um tipo de corrida onde temos uma pista com obstáculos como lombadas, curvas e rampas e vence quem chegar primeiro na reta final.

Mistureba: Quais os campeonatos e prêmios que mais o marcaram?

Robson: O campeonato gaúcho foi a competição que mais me marcou.

Mistureba: Atualmente você se sente satisfeito ou procura aperfeiçoar cada vez mais esse talento que possui?

Robson: Procuro me aperfeiçoar, melhorar cada vez mais pra me destacar no esporte.

Mistureba: Qual a sensação que você sente quando está perto de começar a competição?

Robson: Sinto um pouco de nervosismo, mas na hora da largada a adrenalina toma conta de mim.

Mistureba: Você pode nos falar um pouco sobre o comportamento e o modo como vocês ciclistas se vestem e falam?

Robson: Nosso modo no dia-a-dia não é muito diferente, mas nas competições usamos muitos equipamentos, todos para a nossa proteção.

Mistureba: Qual a maior dificuldade que o ciclista encontra na prática do bicicross?

Robson: O investimento, porque nossas viagens e equipamento são caros.

Mistureba: Fale-nos um pouco dos lugares em que você já foi competir e onde se localizam.

Robson: Eu tive a oportunidade de competir em muitos lugares interessantes, entre eles, São Paulo no Leme, em Santa Cruz – RS e claro na pista de Campo Bom.

Mistureba: Qual a importância que a liga BMX tem na sua vida?

Robson: A importância é muito grande, pois tenho a oportunidade de praticar um esporte me sentir um vencedor, pretendo continuar praticando porque o bicicross é uma das melhores coisas que venho fazendo.

Ah, não poderíamos esquecer que no nosso município temos o privilégio de usufruir da maior Ciclovia da América Latina! Então não deixem de utiliza-la para prática de esportes ou até mesmo para uma bela caminhada ao ar livre!

Fonte: Skyscrapercity

Estamos de dourado

Como todos sabem, neste ano a EMEF Rui Barbosa está comemorando os seus 50 anos de fundação,  por isso, estamos de dourado para comemorar e recepcionar os nossos queridos mistonautas. Durante o ano estão ocorrendo vários eventos alusivos a esta data comemorativa!

Preparamos um material bem legal para contar um pouco da história desta escola que é querida por muitos e que recebe com carinho à todos que aqui passam… confira abaixo na página do ISSUU:

EMEF Rui Barbosa – História e Memória

http://issuu.com/jajaleoni/docs/banners_reunidos