Dia das Mães chegando e uma ideia super legal para demonstrar todo o seu amor

Pois é, se você está pensando numa maneira de homenagear a sua mãe sem ter que gastar muito, aí vai uma dica bem bacana: aprenda a fazer um origami de rosa bem lindo! Tenho certeza que ela vai adorar afinal, só o fato de você destinar um pouco do seu tempo para reconhecer todo o tempo que ela dedica a você e sua família, já vai fazer toda a diferença neste presente. Confira o passo a passo no vídeo:

Como é que você chama sua mãe?

Pelo nome? Ou você nem se lembra da última vez que pronunciou as letras que soam o nome Dela? Ou ainda é daqueles que soltam sempre: Manhêêêêeeee….Mami, Mamis, minha mãezinha, minha véia, minha vida, mamãe, mamãezinha ou Mãe?

Já dizem algumas mães por aí: se o nome mãe fosse doce já tinha derretido, de tanto que os filhos ficam a chamar: mãe, mãe… Bem, todas estas formas são cheias de significado, de carinho e de amor.

Você sabe como se escreve a palavra MÃE em outros idiomas?

Que tal surpreendê-la e chamar sua mãezinha em outras línguas, só pra variar…

Japonês: Okaasan, Hora                                                           Alemão: Mutter

Grego: Màna                                                                                Francês: Mère

Hindi: Maji                                                                                   Urdu: Ammee

Galego: Nai, Mai, Mamá                                                            Inglês: Mother, Mom, Mummy

Italiano: Madre                                                                            Russo: Morb, Mató, Mati

Albanianês: Mëmë; Nënë; Burim; Kryemurgeshë               Belarusan: Matka

Norueguês: Mor                                                                          Polaco: Matika

Cebuano: Inahan; Nanay                                                          Servio: Majka

Czech: Abatyse                                                                            Holandês: Moeder; Moer

Estoniano: Ema (ao contrário Ame)                                       Frisian: Emo, Emä, Kantaäiti, Äiti

Hawaiano: Makuahine                                                              Húngaro: Anya, Fu

Ilongo: Iloy; Nanay; Nay                                                           Indonês: Induk, Ibu, Biang, Nyokap

Espanhol: Madre                                                                         Theco: Matka, Maminka

Chinês: Mutzm                                                                             Hebreu: Havha

Turco: Anam                                                                                 Africano: Mama

 

Significado e origem da palavra:

A palavra mãe (na verdade seu fonema) é tão semelhante em diversos idiomas. Essas semelhanças (ocorre o mesmo com a palavra pai) são atribuídas ao nosso sistema fonador e à aquisição da linguagem. Os sons bilabiais ( M, N, P, B) são enunciados mais facilmente por uma criança em fase de desenvolvimento da fala.

http://origemdapalavra.com.br/site/pergunta/a-palavra-mae/

 Ela veio do latim “mater”. , pronunciado “madre” no português dos primeiros séculos, de onde veio comadre, pela formação “cum matre”, com a mãe; depois “commatre”, segunda mãe, madrinha, diminutivo de madre, em relação aos afilhados, isto é, aqueles que são tratados como filhos verdadeiros por quem cumpre a função da maternidade, como fazem a madrinha e a mãe adotiva, na falta da mãe biológica. Os étimos mata, em sânscrito; máter, em grego dórico; méter, no grego jônico e no ático; e as formas latinas mamma, seio, e mammare, mamar, revelam possível influência na sílaba inicial das palavras que designam a mãe em vários idiomas. Hoje, “mãe” é uma das mais ternas palavras da língua portuguesa.

http://www.portuguesnarede.com/2013/05/a-origem-da-palavra-mae.html

http://www.dicionarioetimologico.com.br/mae/

 Origem do Dia das Mães e algumas curiosidades sobre a data:

 Prestar uma homenagem às mães é uma tradição bastante antiga. Na Grécia, havia uma festa em honra a Reia, mãe dos deuses.

deusa reia

FONTE

            Já os romanos faziam uma grande festa no início de março chamada “Matronalia”. Na Idade Média, os ingleses celebravam o “Mothering Day”. As pessoas mais pobres moravam na casa de seus patrões e ficavam longe de suas casas. Por isso, nesse dia, elas tinham o direito de ir até os seus lares e ficar junto de suas mães.

              Mas a data como conhecemos hoje é uma criação moderna. Uma jovem professora americana, Anna M. Jarvis (1864-1948), perdeu sua mãe em 1905 e entrou em profunda depressão. Preocupadas com tanto sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Anna com uma festa. Mas Anna queria que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Passou a escrever longas cartas a políticos, empresários, comerciantes e religiosos sugerindo a criação de um dia em homenagem às mães.

Anna_jarvis

FONTE

             Em 1908, algumas igrejas de sua cidade, Grafton (Virgínia), e da Filadélfia, onde ela também já tinha morado, escolheram o dia 10 de maio – um dia depois da data de aniversário da morte da senhora Jarvis – para lembrar as mães. Em 1910, a Virgínia foi o primeiro Estado a festejar oficialmente o Dia das Mães. No ano seguinte, quase todos os Estados americanos seguiram a ideia. Finalmente, em 1914, a data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson, ficando para o segundo domingo de maio.

             Anna criou também um símbolo em homenagem às mães: o cravo. O vermelho seria para presentear a mãe viva e o branco, a morta. Ela chegou a ser presa por perturbação da ordem, ao invadir uma convenção da Associação das Mães de Veteranos de Guerra, acusando-a de vender cravo com fins lucrativos. Ao sair da cadeia, Anna declarou que estava arrependida de ter criado o Dia das Mães.

             No Brasil, a data foi oficializada em 1932, pelo então presidente Getúlio Vargas. Antes disso, desde 1918, o Dia das Mães já era comemorado pela Associação Cristã de Moços. Aqui, assim como nos Estados Unidos, na Itália e no Japão, a data não é fixa: comemora-se no segundo domingo de maio. No México, as mães são homenageadas sempre no dia 10 de maio. Na Tailândia, a festa acontece em 12 de agosto, em homenagem à rainha Mom Rajawongse Sirikit.

             Você gosta mais da sua mãe ou do seu pai? Para muitos, essa pergunta parece impossível de ser respondida. Analisando-se o ranking de gastos dos brasileiros com presentes, uma coisa, no entanto, é certa: o brasileiro investe mais para agradar à mamãe do que ao papai. O Dia das Mães é a segunda data comemorativa que mais rende lucros ao varejo no país. Só perde para o Natal. O Dia dos Pais assume uma discreta quinta posição, atrás do Dia das Crianças e da Páscoa.

             Segundo dados coletados pelo IBGE em 2010, existem cerca de 47 milhões de mães no Brasil. Isso quer dizer que 48% de todas as mulheres do País já tiveram filhos. O Estado brasileiro mais maternal é o Mato Grosso do Sul, onde 65% da população feminina é mãe. A cidade de Douradina, menor município do Mato Grosso do Sul, é campeã brasileira de maternidade! Lá, cada mãe tem, em média, quatro filhos.

             A brasiliense Madalena Carnaúba é a brasileira com o maior número de filhos biológicos registrados. Nascida no dia 22 de julho de 1920, Madalena teve 32 filhos durante seus 90 anos de vida. Ela faleceu em janeiro de 2011. Apesar de ter sido uma das mulheres mais férteis do mundo, Madalena não chegou nem perto da recordista mundial no quesito maternidade. A chilena Leontina Albino teve, de 1943 a 1981, 64 filhos (55 deles, devidamente registrados).

http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/1253/1/maes.html

supermae

FONTE

Então gostou da sugestão? Agora faça a sua rosa e curta o domingo bem pertinho dela, dando muito carinho e atenção, afinal ela merece!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s